Como lidar com a dislexia: 6 passos eficientes para aplicar todos os dias


Em 26 de outubro de 2020 • Saúde Mental

Pessoas que convivem com o problema, seja direta ou indiretamente, precisam saber como lidar com a dislexia para ter uma boa rotina e, principalmente, evitar que grandes problemas aconteçam desse distúrbio.

Em um levantamento recente, foi descoberto que, aproximadamente, 7% das crianças em fase escolar sofrem com esse problema. Já os adultos também vivem essa questão diariamente, mas os números do distúrbio são incertos nessa fase da vida.

Apesar disso, é importante saber como lidar com a dislexia corretamente. Por mais que seja um problema no dia a dia, ela não precisa impossibilitar nenhuma pessoa do convívio social ou do desenvolvimento humano.

Confira os X passos que separamos e vão te ajudar nessa tarefa. Boa leitura!

1. Apoio familiar

Um dos primeiros passos para aprender como lidar com a dislexia é o apoio familiar. Pais e irmãos precisam entender a situação para evitar questões de estresse, justamente pelas diferenças e dificuldades que a dislexia pode trazer.

Assim, encontrar alternativas para facilitar o aprendizado, como os jogos lúdicos e exemplos ilustrados, vão facilitar o convívio diário. Além disso, o exercício da paciência precisa ser constante, já que a dislexia é uma questão real e precisa ser tratada com calma.

2. Respeito às diferenças

Pessoas com dislexia têm uma imensa dificuldade em aprender, principalmente nas questões de leitura e escrita. Por isso, é importante que todos os envolvidos com a pessoa respeitem suas características e adaptem sua rotina para ajudar.

Além de entender que cada indivíduo tem seu próprio tempo de aprendizado, é preciso criar um ambiente favorável para essa tarefa, o que envolve pequenas adaptações na rotina, como o uso de jogos e atividades que despertem o interesse da pessoa com dislexia.

E o mesmo vale para os adultos que já passaram pela fase de aprendizado. Algumas mudanças, como usar relógios digitais em vez dos modelos com ponteiros, facilitam a adaptação dentro da sociedade.

3. Crie processos curtos e simples

Por mais que a dislexia envolva uma enorme dificuldade de aprendizado, algumas regras podem ajudar a tornar a rotina mais leve e eficiente. Trabalhar com listas de tarefas, por exemplo, pode ser uma ótima forma de melhorar a organização de tarefas.

Assim, seja em papel ou no celular, é importante estipular horários para que ações sejam realizadas, como a hora de fazer dever de casa ou se arrumar para trabalhar. Com pequenas mudanças e adaptações, é possível descobrir como lidar com a dislexia de modo eficiente.

4. Evite a sobrecarga de informações

Normalmente, uma pessoa que sofre com dislexia não consegue ter a atenção presa durante muito tempo. Sendo assim, para aprender como lidar com a dislexia, você precisará saber que pausas regulares são essenciais para o aprendizado.

As pausas ajudam a reduzir o esforço cognitivo e permitem uma rápida “recuperação” do indivíduo para o próximo período de tempo de atenção. Assim, a pessoa com dislexia vai se sentir muito mais segura em continuar, pois sente que está fazendo pequenos progressos.

Por sinal, manter esse bem-estar sempre presente ajuda bastante no convívio com alguém que sofre do distúrbio. Além das pausas, perguntar regularmente se o disléxico está conseguindo acompanhar um assunto também é uma boa estratégia.

5. Abuse dos exemplos

Como falamos anteriormente, as crianças com dislexia se beneficiam bastante de jogos lúdicos durante o aprendizado. E isso acontece pela facilidade que essa estratégia proporciona, visto que situações reais são usadas para transmitir um conceito mais complexo.

Assim, essa ação também pode ser repetida com os adultos, onde exemplos do cotidiano ajudam na absorção do conhecimento e, por consequência, na inclusão social. No entanto, é importante utilizar exemplos adequados para cada faixa etária, para que você não ofenda o próximo e, da mesma maneira, facilite a compreensão da situação.

6. Apoio profissional

Todas as situações de dislexia devem ser tratadas e acompanhadas por profissionais especializados no assunto. Aliás, eles são os melhores caminhos para te ajudar no processo de como lidar com a dislexia.

Dependendo da intensidade do distúrbio, alguns psiquiatras podem receitar remédios específicos para amenizar os sintomas e facilitar a convivência dos pacientes. No entanto, é importante reforçar que a utilização de substâncias pode ser uma das etapas, pois é o conjunto de várias ações que tornam o tratamento da dislexia mais eficiente.

Leia também: Como identificar TDAH infantil: 8 sinais que podem ajudar

Como lidar com a dislexia? Com muito carinho e cuidado

Sabemos que aprender como lidar com a dislexia é um desafio para muitas famílias. No entanto, com muito carinho e cuidado é possível tornar a rotina do indivíduo que sofre mais fácil e prazerosa.

Portanto, siga os passos que recomendamos aqui e procure ajuda especializada em todos os casos. Nesse sentido, a OnDoctor — por meio de seus psicólogos — pode oferecer a ajudar que você precisa, de forma simples, flexível e totalmente acessível.

Baixe agora mesmo o aplicativo exclusivo e agende seu atendimento online. O app está disponível gratuitamente para Android e iOS.

Sobre a OnDoctor

A OnDoctor é uma plataforma de Telemedicina que disponibiliza orientações de saúde por videoconferência. Nossa missão é conectar os melhores profissionais da saúde com pacientes de qualquer lugar do Brasil com segurança e qualidade.