Sinais de ansiedade infantil: como descobrir e tratar? + dicas para o dia a dia


Nos dias atuais, não é raro encontrar crianças ansiosas, mesmo que a vida esteja apenas começando. Por isso, os papais e mamães precisam ficar atentos aos sinais de ansiedade infantil, que indicam a presença da condição mental nos menores.

Segundo dados da Fiocruz, é estimado que, aproximadamente, 5% das crianças sofram com questões de ansiedade. Esses números são alarmantes, principalmente por afetar uma faixa etária que está longe de experimentar algum tipo de responsabilidade.

Portanto, os pais precisam ficar atentos aos sinais de ansiedade infantil. Além disso, precisam saber como fazer o tratamento correto para evitar que a condição acompanhe a criança pelo resto de sua vida.

Quer saber mais? Leia o conteúdo que preparamos até o fim e lembre-se de sempre procurar um especialista para um diagnóstico preciso. Boa leitura!

Dificuldades no sono

A dificuldade para pegar no sono é um dos sinais de ansiedade infantil mais forte, principalmente para crianças ativas e que gastam energia o dia todo, seja nas brincadeiras com amigos ou durante os estudos.

Mesmo com o corpo cansado, as crianças ansiosas apresentam dificuldade para desligar. E o problema é que elas não sabem comunicar o que exatamente está acontecendo. Nesse caso, muitos pais jogam a culpa na televisão e nos videogames, o que acaba tirando o foco do verdadeiro problema.

Queda no rendimento escolar

Em conjunto com a falta de sono vem a queda no rendimento escolar. Nesse caso, a falta de concentração pelo cansaço ou os sintomas gerados pela ansiedade podem atrapalhar bastante no aprendizado e na conquista de boas notas.

Então, se o seu filho ou filha têm um bom desempenho escolar, preste muita atenção para essa piora repentina. Ainda, busque sempre conversar para entender o que está acontecendo e, assim, identificar o quadro de ansiedade.

Alterações no apetite

Mais um dos sinais de ansiedade infantil podem ser percebidos nas alterações de apetite. Aqui, é comum que a criança pule as refeições tradicionais e busque outras alternativas para saciar a fome.

E o principal alerta para esse comportamento é o consumo excessivo de alimentos não saudáveis. Nesse caso, além do quadro de ansiedade, a criança também poderá sofrer com o aumento de peso e doenças decorrentes da obesidade infantil.

Leia também: Como combater a obesidade infantil: 8 dicas práticas para cuidar da saúde das crianças

Falta de motivação para brincar

Crianças que não brincam, normalmente, geram uma desconfiança dos pais. E quando esse quadro se arrasta por vários dias, é aí que os pais podem entender como um dos sinais de ansiedade infantil.

É claro que existem vários motivos para uma criança não querer participar de brincadeiras e, dessa forma, preferir o isolamento. Mas, no caso da ansiedade infantil, essa falta de motivação pode ser um sinal bem claro, que deve ser diagnosticada urgentemente por um psiquiatra.

Medo excessivo

Outro sintoma de ansiedade infantil exagerada é o medo excessivo, principalmente de assuntos que dizem respeito ao futuro. Seja uma apresentação na escola ou uma competição esportiva, o medo não deve “travar” a criança.

Então, participe da vida do seu filho ou filha e entenda se esse medo está indo além dos limites. É normal que as crianças se questionem durante um teste, mas a criação de barreiras a partir desse sentimento não é nada saudável. Fique de olho.

Dores de cabeça e tonturas

Quando os níveis de ansiedade infantil sobem bastante, é comum que as crianças apresentem reações físicas com dores de cabeça e tonturas. E isso é muito perigoso, pois os pais tentarão tratar a questão com remédios que serão ineficientes para o momento.

Então, é preciso entender o contexto infantil para saber se a manifestação física de dor é um dos sinais da ansiedade infantil. Uma tontura ou dor de cabeça isolada é apenas um problema pontual, mas quando elas aparecem em conjunto com outras questões, aí é importante procurar um especialista com urgência.

Dificuldade de socialização

A dificuldade de socialização também é um dos sinais de ansiedade infantil, onde a criança afetada pelo problema não consegue ou tem imensa dificuldade para interagir com outras pessoas, principalmente crianças da sua faixa etária.

E essa questão também pode confundir os pais mais desatentos, que podem acreditar ser apenas uma fase, timidez ou até outras questões mais complexas, como autismo. Assim, é importante ter esse conhecimento de que a ansiedade, em casos extremos, pode levar às dificuldades de socialização da criança.

Oscilação do humor ao longo do dia

Por último, em nossa lista de sinais de ansiedade infantil, temos as oscilações de humor ao longo do dia, onde a criança vai de um extremo ao outro em pouquíssimo tempo e de forma recorrente.

Novamente, é importante entender o contexto e os outros sinais apresentados para que o comportamento não seja tratado como uma questão mais grave ou, ainda, algo temporário.

A ansiedade infantil pode ser bem grave, portanto, qualquer comportamento incomum precisa ser analisado por especialistas.

Sinais de ansiedade infantil: como tratar?

Se você desconfiar, por meio dos sinais de ansiedade infantil, que seu filho ou filha sofre com o problema, é essencial ter um diagnóstico psiquiátrico que comprove a condição. Somente o profissional capacitado é capaz de garantir — e tratar — os casos graves de ansiedade.

E esse tratamento é realizado com base na rotina da criança. Remédios, se necessários, serão os recursos extremos, mas importantes, do tratamento. Muitas vezes a ansiedade pode ser curada com terapia, mudança de rotina e, principalmente, de comportamento do pequeno.

Abaixo, separamos um vídeo falando de como a ansiedade infantil pode surgir e o que pode ser feito em cada caso. Confira:

Ansiedade Infantil: O que causa ansiedade e como ajudar às crianças? – Dra. Daniella Marques

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe com pessoas que podem se beneficiar com esse conhecimento, e também siga a OnDoctor nas redes sociais (Facebook e Instagram) para mais assuntos sobre saúde e bem-estar.

Até a próxima!

Sobre a OnDoctor

A OnDoctor é uma plataforma de Telemedicina que disponibiliza orientações de saúde por videoconferência. Nossa missão é conectar os melhores profissionais da saúde com pacientes de qualquer lugar do Brasil com segurança e qualidade.